10 Dicas de como organizar as finanças pessoais

Tempo de leitura: 6 minutos

Organizar as finanças é, com toda certeza, o melhor caminho para ter uma vida financeira saudável

Introdução

Saber lidar com o dinheiro é sinônimo de tranquilidade e segurança.

Porém, nem todos sabem manter a organização das finanças, por isso, nesse artigo eu vou te dar 10 dicas de como organizar as suas finanças pessoais. Vamos lá?

Como organizar minhas finanças pessoais?

1 – Saiba exatamente quanto você ganha por mês

Parece simples, mas existem pessoas que não sabem quanto ganham por mês.

É importante descontar tudo, como impostos, vale refeição, vale transporte e considerar o valor líquido que você recebe. Só assim você terá a noção certa do que entra como receita no seu orçamento.

Não deixe de anotar todas as suas rendas extras!

2 – Liste todos os seus gastos

Tão importante quanto saber exatamente quanto você ganha, é saber quanto você gasta.

Tenha anotado tudo que você gastar durante o mês. Fazendo todas as anotações, não terá como escapar algum gasto. Um caderninho nessa hora poderá se tornar o seu maior amigo. Acredite! Se preferir utilize o celular também para anotar os gastos.

3 – Evite as dívidas

Uma maneira de evitar entrar em dívidas, é comprando tudo à vista. É importante entender que todas as compras que você faz com o cartão de crédito tornam-se uma dívida no qual você não pagando, torna-se um inadimplente.

Evite dívida como cheque especial e cartão de crédito, pois essas modalidades de crédito têm taxas de juros extremamente altas. Portanto, evite comprometer os seus orçamentos futuros. Organizar as finanças o ajudará a manter a sua saúde financeira.

4 – Separe uma quantia para o lazer

Fazer cortes no orçamento não significa abrir mão do que te faz feliz, muito pelo contrário. Faça uma lista do que te faz feliz e tenha como prioridade. A vida não é feita somente de restrições. Dessa forma ninguém aguenta. Além disso, tendo momentos de lazer, você terá mais energia para continuar sua missão de cortar gastos.

5 – Mantenha a família informada sobre as finanças

As finanças devem ser um assunto que tenha a participação de todos os membros de uma família. Todos devem se sentir dentro de um time. Muitos pais escondem dos filhos a real situação financeira da família. É muito importante que todos colaborem com a economia e redução dos gastos do lar. Podem até fazer uma gincana para ver quem consome menos conta de luz por exemplo. Nessa hora, a criatividade não tem limites. Assim, dentro de um time, se um perde todos perdem e se um ganha, todos ganham! Experimentem!

6 – Tenha uma renda extra

Como já sabemos, para se ter mais dinheiro, é necessário gastar menos ou ganhar mais, ou os dois. E é sobre isso que quero falar com você agora. Tenha renda extra! Liste suas habilidades e comece a divulgar o seu trabalho. Vou te dar aqui algumas ideias:

  1. Se você é bom em inglês, pense na possibilidade de dar aulas particulares de inglês
  2. Sabe escrever bem, você pode oferecer seu trabalho como redator em sites de free lancer
  3. Cozinhar para fora: se você tem o dom culinário, pense com carinho em começar a distribuir quentinhas. Você pode até trabalhar com um público mais definido: pessoas que levam uma vida mais saudável
  4. Gosta de animais? que tal a idéia de hospedar os cachorrinhos na sua casa? Existem pessoas faturando com esse mercado e conseguindo manter a organização financeira em dia

E você pode estar se perguntando: onde divulgar o meu trabalho? Você pode começar divulgando no seu condomínio, amigos da academia, grupos do whatsapp ou no seu próprio local de trabalho.

Sempre terá pessoas precisando do talento de outras pessoas!

7 – Tenha uma reserva de emergência

Se você está com suas finanças em ordem é hora de começar a pensar em criar sua Reserva de Emergência. Mas o que é a Reserva de Emergência? Vou te explicar!

Lembra que no início desse artigo eu disse que é muito importante saber quanto ganha? Pois bem, acredito que agora você já sabe quanto ganha. Assim, para você criar sua Reserva de Emergência, você precisa multiplicar o seu custo mensal por 6 (meses). Ou até mais caso ache necessário.

Exemplo: se você tem um custo mensal de R$ 3.000,00, você multiplica esse valor por 6, o que dará um total de R$ 18.000,00. Lembrando que esse valor é para quem tem um trabalho fixo. Caso você seja autônomo, multiplique seu custo mensal por 12, assim você terá uma segurança maior.

E para que serve a reserva de emergência?

Caso você fique desempregado, caso o carro esteja precisando de manutenção e você precisa dele para trabalhar, caso o filho fique doente… Enfim, a vida às vezes nos prega aquela surpresa!

Portanto, estejamos preparados porque dessa forma, você não precisará recorrer aos bancos, cheque especial, rotativo do cartão de crédito, etc.

Minha vó já dizia: “o seguro morreu de velho”.

8 – Aprenda a investir

Você já sabe quanto ganha, quanto gasta, está fazendo renda extra, listou suas prioridades de lazer e criou a sua reserva de emergência. Excelente! Vamos para o próximo passo? Aprenda a investir o seu dinheiro!

Aqui eu recomendo fortemente a busca por conhecimento. Abra uma conta numa corretora e entenda sobre renda fixa e renda variável.

9 – Disciplina

Se você não tiver disciplina para seguir todas as dicas anteriores, nada adiantará. Muitas são as tentações. O tempo todo estamos sendo bombardeados por ofertas, promoções, tentações e o que vai impedir de você cair nelas é a disciplina.

E para finalizarmos, eu vou te dar a décima dica de como organizar as suas finanças.

10 – Tenha sonhos e metas

Isso é fundamental. Guardar dinheiro por guardar não faz sentido. Se você não tiver sonhos e definir metas para realizá-los, será muito difícil manter o dinheiro guardado. Afinal, o que te impediria de ir para um lindo restaurante experimentar um delicioso prato se você tem o dinheiro? Ou deixar de comprar um carro ou até mesmo fazer uma viagem de férias se não fosse por um sonho?

Então, se você deixou de sonhar por falta de organização financeira, te convido fortemente a fechar os olhos e lembrar daquela viagem dos sonhos, aquela linda bolsa, aquele carro, aquela casa no campo, sua liberdade financeira. Permita-se sonhar, pois isso com certeza será o combustível que o ajudará a manter-se firme no propósito de guardar dinheiro para investir nos seus sonhos!

 

Gostou desse artigo? Então vamos fazer assim: te espero aqui no próximo, ok?!

 

Anúncios