3 Conselhos que eu gostaria de ter recebido quando quis começar a Investir

Tempo de leitura: 6 minutos

Infelizmente eu demorei para entender o que precisava para começar a investir, mas você tem a sorte de ter encontrado estes conselhos

Introdução

Costumo sempre dizer que investir não é complicado. Você abre conta em alguma corretora, transfere o valor que quer investir, escolhe o investimento e investe de fato. São 4 passos simples, não existe aí nenhum bicho de sete cabeças concorda?!

Pois bem! Mesmo assim a grande maioria dos brasileiros não investe ou utiliza somente a Poupança como forma de investimento.

Apenas 4% dos brasileiros poupam para a aposentadoria

Porque é tão difícil começar de fato a poupar e investir?

Há algum tempo atrás eu me vi nessa situação. Sabia mais ou menos como investir, porém, ficava buscando o melhor investimento ou querendo descobrir sobre a segurança de investir em A ou B.

Se você enfrenta esse mesmo problema, ou seja, sabe que é fácil investir, mas tem dificuldades para sair da sua zona de conforto, este artigo é para você.

Acompanhe!

Você verá aqui 3 pontos importantes que atingem a grande maioria das pessoas que sabem que tem tudo para começar a investir, mas que por pequenas objeções ainda não começaram.

Caso queira começar a investir de forma muito mais inteligente e descobrir as melhores ferramentas para tal propósito, acesse aqui. Caso queira continuar na sua zona de conforto não será necessário abrir o link.

Agora veja!

CONSELHO 1 – Não existe o melhor investimento

Diria eu que 90% das pessoas que querem começar a investir estão procurando o melhor investimento para começar. Não é assim que você deve agir. Primeiro comece e depois vá buscando os melhores investimentos.

Nenhum investidor iniciante vai encontrar o melhor investimento para começar. Entenda isso.

E, de uma forma bem direta, o melhor investimento não existe. O que existe é o melhor investimento para os seus objetivos. O primeiro passo para escolher um bom investimento é: tenha um objetivo em mente.

Se ainda não tem nenhum objetivo, use como objetivo “meu primeiro investimento”.

Se você reparar, todo início de mês sai um ranking com os melhores investimentos do mês anterior. Como esse da imagem abaixo. Caso nunca tenha visto um desses, nem veja mais, pois pode só complicar as suas ideias.

ranking investimentos

Você acha que deve simplesmente olhar para o primeiro do ranking e investir? Não é bem assim. Dentro de um mesmo tipo de investimento, o CDB (Certificado de Depósito Bancário), por exemplo, existem rentabilidades diferentes. Resumindo, quanto maior for o risco, mais rentável será o CDB. No Tesouro Direto as rentabilidades variam devido a expectativa do mercado com relação a como vai estar a economia (mais precisamente a taxa Selic) no vencimento de cada título, exceto o Tesouro Selic. Outros ativos variam de acordo com outros índices e variáveis.

É difícil começar a investir já escolhendo os investimentos mais rentáveis. Eu, por exemplo, depois de muito tempo na Poupança fiz um Título de Capitalização, que nem investimento é. Depois, fiz um CDB de um banco grande que me rendia míseros 80% do CDI, enquanto na época era possível investir em CDB’s de bancos médios por 120% do CDI.

Pois bem, aonde quero chegar? O fato é que você pode e deve errar no seu primeiro investimento. Faz parte do aprendizado. O que você não pode é continuar não investindo.

Sugestão de primeiro investimento

Por tudo que já foi falado no artigo até aqui, sugiro para você que comece investindo no Tesouro Selic, modalidade mais conservadora do Tesouro Direto, onde é possível investir com pequenos valores. A partir de R$ 30,00 mais precisamente. Se ainda tiver dúvidas sobre como investir no Tesouro Direto, comece com valores baixos para poder aprender ou acesse “Aprenda, de uma vez por todas, a investir no Tesouro Direto”.

Outro investimento conservador e rentável que costumo indicar é o CDB. Aqui, como falei, você irá encontrar rentabilidades altas e baixas, tudo dependerá do banco emissor. Porém, saiba que é possível investir com apenas R$ 1,00 e isso se torna muito atraente para o investidor iniciante.

CONSELHO 2 – É seguro investir

Falar sobre segurança é muito relativo. Muitos brasileiros ainda têm na memória o confisco da Poupança dos anos 90. Muitos acham que a possibilidade de um calote por parte do governo, no caso do Tesouro Direto, é alta.

Não é bem assim!

Para falar de segurança na hora de investir, devemos falar sobre riscos. Podemos resumir o risco nos principais investimentos da seguinte forma:

comparação de investimentos

Vamos nos ater ao CDB e ao Tesouro Direto.

Quem emite um CDB é um banco, logo, o problema para você começaria somente quando o banco decretasse falência, o que não é tão comum quanto você imagina. Inclusive o tempo que demora para um banco que começou agora a ir mau das pernas até a decretação da falência costuma demorar. Um banco pode perfeitamente operar dando prejuízos.

Além de tudo citado, você ainda pode se beneficiar do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) que, de forma resumida, lhe garante o valor investido até a decretação de falência por parte da instituição (isso inclui os rendimentos até a data). Para saber tudo sobre o FGC acesse aqui.

Já quem garante um título do Tesouro Direto é o próprio governo. Ou seja, a chance de você não ver mais a cor do seu dinheiro é a chance que existe de o governo dar calote, o que, hoje em dia, é bastante improvável por dois motivos: o governo utiliza o dinheiro arrecadado com o Tesouro para pagas seus títulos de dívida pública e ninguém em sã consciência investiria no Brasil sabendo que o governo é caloteiro.

Portanto acabe com essa crença limitante de que não é seguro investir!

CONSELHO 3 – Se esperar sobrar dinheiro para começar a investir, nunca sobrará

Esse também foi um dos maiores bloqueios para que eu começasse a investir mesmo sabendo que já tinha tudo para começar.

Se sobrar dinheiro esse mês eu começo a investir

Essa é uma das maiores desculpas que as pessoas que querem começar a investir dão. Você já sabe que pode começar a investir bem com R$ 30,00 e também com apenas R$ 1,00. Então porque esperar?!

Para mudar esse pensamento comece investindo ou até só poupando uma pequena quantia toda vez que receber o seu salário. Com o tempo, vá aumentando gradativamente esse valor. Tente chegar a 10% de poupança pelo menos. E aí invista!

Encare o investimento como um pagamento, mas um pagamento diferente. Esse é um pagamento para você, para os seus objetivos, para o seu futuro. Por esse motivo você deve se pagar primeiro, você é mais importante para você do que qualquer outra pessoa!

Se você gostou deste artigo, tenho certeza que também vai gostar deste aqui: “7 Sinais de que você precisa de ajuda com as suas Finanças”.

Se ainda tem dúvidas sobre os principais termos do mercado financeiro, acesse: “10 Termos do Mercado Financeiro que todo investidor iniciante deve conhecer”.

Anúncios