7 Dicas financeiras para você investir de forma muito mais fácil

7 Dicas financeiras para você investir de forma muito mais fácil

Tempo de leitura: 5 minutos

Algumas dicas financeiras para você ver que não é difícil investir

Introdução

Você já reparou como é difícil começar um novo hábito como começar a investir, por exemplo? Vou te mostrar a seguir algumas dicas financeiras práticas para que você possa, finalmente, começar a investir ou, se você já investe, melhorar a forma como você investe. Acompanhe aqui! 👇

Tenha um objetivo em mente

O que você precisa saber para escolher o melhor investimento para você é que tudo depende do seu objetivo. Isso é uma opinião unânime entre os investidores.

É importante estabelecer um objetivo com o investimento a se fazer. Desse jeito tudo ficará mais fácil e natural. Acredite!

Não adianta procurar o investimento mais rentável, não é assim que você deve agir. Até porque se fizer isso estará abrindo mão de outros dois fatores extremamente importantes: risco e liquidez.

Quando decidimos investir considerando um objetivo claro, estamos, automaticamente, escolhendo um ou dois entre estes 3 fatores: rentabilidade, risco e liquidez.

E lembre-se de não procurar incessantemente o investimento mais rentável!

Para ter uma planilha de acompanhamento de investimentos com objetivo, acesse aqui.

Pague-se primeiro

pague-se primeiro

Se você espera sobrar dinheiro no final do mês para investir, você está, como a maioria, agindo de forma completamente errada!

“Pagar-se primeiro” significa você investir no seu patrimônio, nos seus ativos, antes de pensar em pagar as contas, comprar bens de consumo ou adquirir outros passivos.

Parece complicado investir no começo do mês?

Então comece com quantias pequenas e aumente na medida que for possível. Depois de algum tempo você estará sim investindo o que sobrar no final do mês, mas depois de “pagar-se primeiro”.

Não caia na “Corrida dos ratos”

corrida dos ratos

Se você olha para o seu salário todo final de mês e se pergunta onde ele foi parar, muito provavelmente está preso na “Corrida dos ratos”.

O termo foi apresentado por Robert Kyiosaki em seu best-seller, “Pai Rico Pai Pobre” e remete a corrida dos ratos de laboratório, que tentam escapar correndo em uma roda em um processo sem fim.

De forma resumida podemos dizer que as pessoas estão em busca de dinheiro, pois o que elas possuem nunca é suficiente. Depois de algum tempo passam a ganhar mais e, ao invés de acumularem riquezas, passam a aumentar seus gastos, seja comprando uma casa, trocando de carro ou simplesmente aumentando gastos em outros bens de consumo. E aí retornam ao início do ciclo onde não possuíam dinheiro.

Para escapar dessa corrida, Kyiosaki nos ensina, principalmente, que devemos utilizar nosso dinheiro para comprar Ativos ao invés de Passivos.

Os Ativos são bens geradores de renda, como imóvel para alugar, carro utilizado para gerar renda ou o rendimento de um investimento.

Já Passivos são bens geradores de despesa, como imóvel para morar, carro e outros bens de consumo.

Tenha uma Reserva de Emergência

A Reserva de Emergência ou “colchão financeiro” nada mais é do que um valor que você deve ter guardado (entenda-se investido) para utilizar em casos emergenciais.

E sabe por que você deve ter uma Reserva de Emergência?

Simples! Porque as emergências acontecem. E elas irão vir quando você menos esperar, senão não seriam emergências. Resta a você se preparar e esperar pelo pior. Não é questão de pessimismo, mas sim de realismo. As emergências costumam ser caras, esteja preparado!

O valor da reserva deve apresentar alta liquidez, ou seja, deve ser de fácil resgate como a Poupança, o Tesouro Selic ou algum CDB de liquidez diária.

A pergunta agora é: quanto?

Depende! Isso você pode definir. Alguns especialistas recomendam para tal, guardar um valor equivalente a seis vezes o seu salário atual. Para que, em caso de perda de emprego ou doença, por exemplo, você possa sustentar o seu padrão de vida por mais alguns meses.

Agora lembre-se que casos emergenciais são casos emergenciais. Fatos que ocorrem todo ano como o IPVA e o seguro do carro, material escolar dos filhos, uma conta de luz mais alta e a manutenção de um celular, não são casos emergenciais e, para estes, deve-se reservar uma quantia no seu orçamento mensal.

Seus rendimentos crescem na mesma medida em que você cresce

A frase acima foi retirada do livro “Os Segredos da Mente Milionária” de T. Harv Eker e nos indica um pensamento um tanto quanto óbvio, porém deixado de lado. Em resumo podemos interpretar que, quanto mais conhecimento adquirirmos, mais ricos poderemos ficar.

O investimento em conhecimento sempre rendeu e sempre renderá os melhores juros.

Para adquirir mais conhecimento, baixe aqui alguns eBooks.

Gaste menos do que ganha e invista a diferença

Essa afirmação pode ser considerada a fórmula da riqueza.

O poder dos juros compostos nos investimentos é o maior aliado do investidor. E o fator tempo faz com que os juros compostos seja uma poderosa ferramenta para acumulação de riqueza no médio e longo prazo.

Albert Einstein já dizia:

O Juro Composto é a maior invenção da humanidade, pois permite uma confiável e sistemática acumulação de riqueza

E lembre-se de ter paciência com os seus investimentos. Não será do dia para noite que ficará rico. A paciência te levará ao sucesso!

Coisas não te fazem rico, dinheiro é que faz

Se dinheiro é o que te faz rico, qual é o melhor modo de ficar rico?

Isso mesmo, adquirindo mais dinheiro. Logo aquele carrão de luxo que você está pensando em comprar não te trará mais dinheiro e sim mais despesas. É óbvio né, mas poucas pessoas compreendem isso de fato.

Lembra quando foi comentado aqui sobre Ativos e Passivos?

Pois é, é disso que estamos falando. Direcione seu dinheiro para lugares onde ele irá lhe trazer mais dinheiro. Só assim poderá acumular patrimônio.

Conclusão

Agora é com você! Ponha em prática as dicas financeiras aqui aprendidas e melhore sua forma de investir e de tratar a sua grana. 💰

Para mais dicas financeiras acesse aqui.

Anúncios