O melhor investimento não existe

Tempo de leitura: 3 minutos

O quanto antes você entender isso, melhor

Introdução

Afinal,

Qual é o melhor investimento?

Essa é a pergunta que eu mais recebo, a primeira pergunta que a pessoa que quer começar a investir faz. A pergunta que não tem resposta. Ou melhor, a pergunta cuja resposta é “depende”. Eu, particularmente, sempre odiei esse tipo de resposta. E foi vendo e ouvindo repostas como essa que resolvi começar o Dicas Financeiras.

Mas, infelizmente, a melhor resposta é sim “depende”. Continue lendo e você entenderá como agir a partir desse momento.

Por que o melhor investimento não existe?

Não é que ele não exista, mas pare para pensar um pouco e acompanhe o meu raciocínio:

  • Se existesse um melhor investimento, por que diabos existiriam todos os outros investimentos?

Primeiro de tudo, a resposta para a pergunta deste tópico depende de diversos fatores. Um investimento não é simplesmente melhor do que outro, o que acontece é que um investimento X pode ser o mais adequado para uma pessoa A. E, em contrapartida, um investimento Y pode ser mais adequado para uma pessoa B.

Então o que fazer?

Primeiramente é necessário entender o seu perfil de investidor e, para isso, você pode responder o questionário API.

A API inicia quando você responde às perguntas elaboradas exclusivamente para avaliar seu perfil como investidor. Elas estão relacionadas ao horizonte de investimentos, tolerância ao risco, objetivos do investimento, renda mensal. Leva em conta também  valor e ativos que compõem o patrimônio, necessidade futura da utilização dos recursos e investimentos que possui familiaridade. A frequência e o volume de aplicações realizadas, bem como sua formação acadêmica e experiência no mercado financeiro são outros fatores analisados.

Com as suas respostas, a instituição financeira lhe apresenta o seu Perfil de Investidor, que pode ser Conservador, Moderado ou Arrojado.

perfil do investidor

Agora, como resultado e conhecendo o seu perfil, você deverá, antes de escolher um investimento, definir o prazo do investimento (1 ano, 2 anos, 5 anos, etc.), o montante que deseja investir (R$ 1, R$ 1.000, R$ 10.000, etc.) e definir um objetivo (trocar de carro, comprar uma casa, pagar a faculdade do filho, liberdade financeira, etc.).

Aprenda com este exemplo

Digamos que eu queira realizar investimentos para trocar de carro no prazo de um ano. Utilizei para pesquisa os aplicativos Renda Fixa e Yubb.

Durante minhas pesquisas descobri que “o melhor investimento” do mercado em Renda Fixa é um CDB que rende 130% do CDI, porém este título tem vencimento somente daqui a 5 anos. Logo não serve para mim.

Pesquisando dentre os investimentos com prazo de vencimento de até um ano descobri uma LCI que rende 96% do CDI. Porém, o valor mínimo para investir é de R$ 50 mil reais e eu só tenho disponível para investir R$ 1 mil reais por mês. Logo, como resultado, este investimento também não serve para mim.

Pesquisando mais ainda, descobri um CDB que rende 120% do CDI e possui valor mínimo de R$ 1 mil reais, o que se encaixa perfeitamente com meu objetivo. Porém, ao pesquisar sobre o banco no site do Banco Data, reparei que o mesmo vinha acumulando prejuízos nos últimos anos e, assim, resolvi não investir.

O próximo investimento era um CDB que rendia 119% do CDI, com prazo de 1 ano, valor mínimo de R$ 1 mil reais e o banco vinha apresentando lucros crescentes nos últimos anos. Pronto! Agora achei o melhor investimento para mim, ou melhor, para o meu objetivo.

Conclusão

Finalmente e, consequentemente, o que quis mostrar a você aqui nesse artigo é que nós não devemos investir somente por investir. Não é simplesmente perguntar ao seu guru financeiro “qual é o melhor investimento?” e esperar como resposta “investimento X”. Faça essa mesma pergunta a 20 educadores financeiros e eu tenho certeza que todos responderão “depende”. Depende do seu capital para investir, do tempo que pretende deixar o dinheiro investido e da sua aversão ao risco.

Resumindo: invista com objetivos!

Leia também “3 Conselhos que eu gostaria de ter recebido quando quis começar a Investir”.

Anúncios