Por que eu não vou ao banco faz mais de 5 anos e você também não precisa ir

Tempo de leitura: 6 minutos

A verdade que os grandes bancos não querem que você saiba

Introdução

Há muito tempo atrás entrar num banco era sinônimo de status e ter o seu próprio gerente ainda é. Há um pouco menos de tempo atrás ir ao banco era necessário para pagar contas, sacar dinheiro, investir, renegociar dívidas e muitas outras coisas, inclusive para abrir conta. Nesses tempos, ir ao banco deixou de ser símbolo de status e passou a ser uma necessidade. E, hoje em dia, você não precisa mais comparecer a uma agência bancária.

Por que eu falo isso?

Porque o que ainda me intriga e o que me levou a escrever esse artigo foi um fato que, para mim, é bastante curioso, já para a grande maioria dos brasileiros posso dizer que faz parte da rotina. O simples ato de “ir ao banco”, nos dias de hoje, soa de forma intrigante para qualquer investidor e para qualquer pessoa habituada a internet.

Recentemente passei em frente ao banco e vi uma enorme fila que se formava antes mesmo de estar perto do horário da agência abrir. Pensei:

Meu Deus, quanto tempo está sendo desperdiçado.

Mas você, leitor do portal Dicas Financeiras é bem informado e sabe que tempo é um ativo precioso. Com ele você adquire conhecimento e gera renda passiva ou ativa.

Em um futuro próximo não existirão mais agências de bancos

Essa é uma tendência que já começou a se concretizar. Agora, você sabe por que isso ainda levará algum tempo para se concretizar de fato? Porque poucas pessoas conhecem os bancos digitais, porque poucas pessoas sabem que é possível conseguir um cartão de crédito isento de anuidade (veja neste link alguns cartões de crédito isentos de anuidade) de modo totalmente online. E esse é o motivo pelo qual eu não piso em um banco há mais de 5 anos e, com isso aproveito muito melhor o meu tempo.

Talvez exista alguém que escute eu falar que “poucas pessoas conhecem” e, por esse motivo, acharem que isso pode ser algum tipo de furada ou que não é seguro.

Quando digo que poucas pessoas conhecem quero dizer que a informação ainda é, infelizmente, pouco difundida. Quem busca informação descobre o que é um banco digital e descobre mais ainda.

Alguns dos benefícios que só quem utiliza um banco digital tem:

  • não perde mais tempo indo à agências bancárias
  • não paga tarifas para manutenção de contas
  • não paga por transferências entre contas
  • não paga por anuidades de cartões de crédito
  • pode fazer tudo de forma rápida pelo computador ou celular

Quer exemplos de contas digitais que eu utilizo e/ou recomendo? Veja!

  1. Banco Sofisa Direto (ganhe até R$ 50 utilizando o código “DICAS” no cadastro)
  2. Banco Inter
  3. Banco Original
  4. Banco Daycoval

Uma estratégia usada por mim se você ainda quer ou precisa continuar utilizando grandes bancos

Os gastos com manutenção de conta podem passar facilmente de R$ 300,00 anuais (sem contar os gastos com transferências para outros bancos – DOC/TED) e os gastos com anuidade do cartão ou cartões de crédito podem passar dos R$ 400,00! Só nesta pequena conta já são mais de R$ 700,00!

Isso sem contar o Custo de Oportunidade, que nada mais é do que o custo de algo em termos de uma oportunidade renunciada. Ou seja, estes R$ 700,00 poderiam estar sendo investidos durante o ano, o que lhe renderia lucros e resultaria em mais do que os R$ 700,00 ao ano. Porém, por falta de informação ou por pura estagnação, além de não estar sendo investido está sendo gasto.

Desde 25 de novembro de 2010 está publicada pelo Banco Central do Brasil a Resolução nº 3.919, que estabelece a gratuidade de contas bancárias que são movimentadas somente por meios eletrônicos. Por uma questão simples essas contas não são conhecidas:

Você ofereceria um produto de forma gratuita sabendo que muitas pessoas ainda pagam por ele?

Normalmente os bancos te oferecem o pacote mínimo deles e que são pagos ainda. Não é desse que estou falando.

O nome desse tipo de conta é Pacote Essencial, muito provavelmente seu gerente nem sabe do que se trata. Nesse pacote você tem direito a:

  • cartão com função débito;
  • realização de até 4 saques por mês;
  • realização de até 2 transferências de recursos entre contas na própria instituição por mês;
  • fornecimento de até 2 extratos, por mês, contendo a movimentação dos últimos 30 dias;
  • realização de consultas mediante utilização da internet.

Tudo isso sem precisar pagar tarifa alguma!

E se eu tenho medo de utilizar a internet para esses fins?

A internet é o futuro, não adianta fugir. Todos têm receio em por tantos dados pessoais na internet, isso é comum e até certo ponto natural. O que não pode ser natural é um medo exagerado e sem fundamento. Hoje em dia existem milhares de métodos de segurança por parte dos bancos, é uma constante melhora. Nenhum banco quer deixar seus clientes com medo.

Veja essa Cartilha de Segurança na Internet.

O que eu posso fazer com esse tempo não desperdiçado?

Antes me responda: para você, tempo é dinheiro?

No mundo das coisas relacionadas a dinheiro, tempo é um fator fundamental. E existem 4 fatores financeiros influenciados pelo tempo.

Para entender melhor vamos fazer um pequeno exercício. Acompanhe!

EXEMPLO: Digamos que eu peça emprestado a você o valor de R$ 1.000,00 e você, boa pessoa que é, me empresta. O trato seria eu devolver o mesmo valor ao final de um ano.

Agora entenda o valor do dinheiro no tempo!

1. RISCO DE CRÉDITO: Será que um dia irei te devolver esta quantia?

2. REMUNERAÇÃO: Se não me emprestasse essa quantia, quanto eu poderia ganhar com rendimento de algum investimento?

3. CUSTO DE OPORTUNIDADE: O que eu poderia fazer com esse dinheiro nesse período? Comprar um carro, viajar, ou até investir?

4. INFLAÇÃO: Ao final de um ano esses R$ 1.000,00 terão o mesmo poder de compra? Um bem de consumo não costuma variar de preço conforme o tempo passa?

Continua achando que tempo não é dinheiro?

Logo a minha resposta a pergunta desse tópico é: você pode fazer dinheiro! E melhor ainda: investindo você pode fazer o dinheiro trabalhar por você!

Conclusão

Quando cito bancos como o Inter e o Sofisa Direto, é quase unânime perguntas como: “Esse banco tem agência?”. Essas pessoas ainda não perceberam a tendência e, com certeza, não leram este artigo.

Você agora está apto a reivindicar um conta corrente gratuita para o seu gerente do banco e ficar, assim como eu, mais de 5 anos sem literalmente pisar em uma agência bancária.

Confira também “Só converta seus pontos do Cartão de Crédito em milhas nessas três situações” e “Como eu comecei a investir mesmo com pouco tempo e pouco dinheiro”.

Anúncios