Prefixado ou Pós-fixado: quais as diferenças e qual é melhor?

Prefixado ou Pós-fixado: quais as diferenças e qual é melhor?

Tempo de leitura: 3 minutos

Na dúvida entre prefixado ou pós-fixado vai de pós-fixado; entenda o porquê

Introdução

Uma dúvida comum, principalmente de quem quer começar a investir no Tesouro Direto, é qual título escolher: prefixado ou pós-fixado. Os dois títulos são bem diferentes e cada um serve para um determinado objetivo. Ambos são tipos de investimentos encontrados dentro da Renda Fixa, mas o pós-fixado, em especial, é um pouco mais seguro. Continue lendo e entenda o porquê.

Prefixado

O título prefixado é o título de Renda Fixa onde já conhecemos exatamente a rentabilidade final do investimento. Antes mesmo de fazer o investimento você já sabe exatamente quanto ele vai render ao final. É um tipo de investimento que funciona melhor quando a Selic está em queda. Se você ler este texto até o final você vai entender o porquê.

Exemplo de investimento:

  • CDB prefixado 10% ao ano
  • Tesouro Prefixado 2026

Pós-fixado

O título pós-fixado é o título de Renda Fixa onde já sabemos como o investimento vai se comportar, pois sabemos que índice ele vai acompanhar. Porém, não sabemos qual será a rentabilidade final já que esse índice varia conforme o tempo. Os índices mais utilizados como indexadores de investimentos são: Selic, CDI, IPCA e IGP-M.

Exemplo de investimento:

  • CDB 110% do CDI
  • Tesouro Selic 2025
  • Tesouro IPCA+ 2035

Qual é melhor?

Não existe o melhor, mas existe o mais adequado para cada objetivo. Se o seu objetivo, por exemplo, é se manter com segurança acima da inflação (IPCA) você pode escolher um título com índice ligado a inflação como, por exemplo, o Tesouro IPCA+ 2035. Mas se você acredita que a Selic ficará em tendência de queda em um futuro próximo, provavelmente, será muito mais rentável escolher algum título prefixado.

prefixado ou pós-fixado

Agora entenda uma coisa!

Se você chegou até este texto é porque você não conhece muito bem a diferença entre esses dois tipos de investimentos e está na dúvida se escolhe um título prefixado ou pós-fixado.

Aqui está o grande ponto deste artigo!

Se você está na dúvida seja mais conservador e ser mais conservador significa escolher pelo pós-fixado.

Por que escolher o pós-fixado?

Não quero que você deixe de lado o prefixado, mas se chegou até aqui faça, de início, a escolha mais conservadora.

Para entender o por quê vamos mostrar uma situação hipotética, mas muito possível de acontecer.

Imagine que você escolhe um título prefixado como o Tesouro Prefixado 2023 que, hoje, está com uma taxa de 4,12% ao ano. Digamos que no ano que vem (2021) a inflação acumulada no ano fique em 5%, você consegue perceber que o seu investimento perdeu para a inflação?! Ou então digamos que a Selic suba para 5% ao ano, nesse caso você terá o Tesouro Selic, um título que não sofre marcação a mercado, rendendo mais do que o seu título. Ou então, com a Selic mais alta, possam aparecer investimentos um pouco mais seguros, mas ainda sim seguros, e que rendam bem mais do que o seu título.

Esse é o problema do prefixado: não sabemos muita coisa do futuro. Ah e desconfie de quem disser que sabe!

Conclusão

Conseguiu perceber que cada um tem um objetivo específico?! Espero que, com essa breve explicação, você agora esteja munido de informações para tomar melhores decisões.

Como investir o seu dinheiro da maneira correta