Resumo do livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”

Tempo de leitura: 2 minutos

O guia clássico e definitivo para relacionar-se com as pessoas

“Como fazer amigos e influenciar pessoas” é uma obra-prima escrita por Dale Carnegie em 1936. Até hoje o livro é aclamado pela crítica e é leitura obrigatória para quem quer lidar melhor com pessoas, sejam amigos, colegas de trabalho e, fundamentalmente, familiares, base de nossa existência.

O autor começa abordando sobre críticas e elogios. Nos mostra como até assassinos em série demonstram ter as suas razões para fazer o que fazem, ou seja, criticar e dizer que as pessoas estão erradas não tem efeito algum.

Se Al Capone, Crowley, o “Two Gun”, Dutch Schultz e os homens e mulheres desesperados que se acham atrás das grades da prisão não se recriminam por coisa alguma – que diremos acerca das pessoas com as quais você e eu diariamente estamos em contato.

Carnegie lembra que somos criaturas emotivas, criaturas suscetíveis às observações norteadas pelo orgulho e pela vaidade. Não somos, de modo algum, criaturas de lógica como a maioria pensa. Portanto a reação a tudo deve ser baseada nesse sentido.

Para Carnegie a grande maioria de nossos desejos são normalmente satisfeitos, exceto um. O desejo de ser grande ou o desejo de ser importante. Na verdade o reconhecimento pelas outras pessoas é que pode tornar esse desejo atendido.

O mal fiz uma vez, e nisso sempre falaram; o bem fiz duas vezes, mas nisso nunca falaram.

O livro estrutura-se da seguinte forma:

Parte 1: Técnicas fundamentais para lidar com pessoas

Parte 2: Seis maneiras de fazer as pessoas gostarem de você

Parte 3: Como conquistar as pessoas a pensarem do seu modo

Parte 4: Seja um líder: como mudar pessoas sem ofendê-las nem deixá-las ressentidas

Ao contrário do que muita gente pode pensar o livro não ensina a trapacear ou enganar as pessoas. Na verdade ele nos ensina a influenciar pessoas no sentido de fazê-las nos admirar e nos entenderem como somos. Se você vai utilizar os ensinamentos do autor para outros fins como manipular pessoas ou ser falso com alguém, isso já é questão de caráter de cada um. E de longe não é essa a intenção do autor. O livro é perfeito ao que se propõe.

Você deseja a aprovação de todos aqueles com quem está em contato. Quer o reconhecimento do seu real valor. Quer sentir-se importante no seu pequeno mundo. Não quer ouvir bajulações falsas e baratas, mas deseja um elogio sincero. Quer que os seus amigos e associados sejam cordiais na sua aprovação e generosos no seu elogio. Todos nós queremos isto.

Leia também o resumo de “O Código da Inteligência”.


Veja abaixo a classificação do livro segundo a minha opinião!

• Instigante: 5

• Inovador: 4

• Linguagem simples: 5

• Prático: 5

Nota final: 4,75


Leia também o resumo do livro “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes” e “Pai Rico Pai Pobre”.

Aprenda inglês com resumos de best-sellers. Veja aqui como.

Anúncios